CONTRATAÇÃO DE TEMPORÁRIOS É SOLUÇÃO ESTRATÉGICA

Há mais de 40 milhões de trabalhadores temporários no mundo, segundo levantamento da Confederação Internacional das Agências Privadas de Emprego (CIETT). Atualmente, os temporários assumem posição estratégica na empresa contratante e não devem ter o potencial desperdiçado. Normalmente são contratados para suprir o aumento da produção ou movimentação no comércio e na indústria, mas também são recrutados para substituir mão de obra efetiva como nos casos de afastamento por licença médica, por exemplo.

Segundo a diretora de comunicação do Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo (Sindeprestem), Maria Olinda Maran Longuini, quando os trabalhadores temporários se sentem parte da equipe, os resultados são os melhores possíveis. “Os temporários precisam de treinamento e acesso às mesmas oportunidades de aprendizado dos funcionários permanentes, incluindo o feedback. Com isso,  a empresa contratante tem a chance de selecionar na prática o melhor talento para ocupar uma vaga efetiva”.

Para Jorge Vazquez, diretor-geral da Randstad no Brasil e coordenador da Câmara Setorial de Trabalho Temporário do Sindeprestem, o Trabalho Temporário deve ser utilizado como alavanca da produtividade, especialmente em um contexto de incerteza econômica, como promotor da geração de empregos e dinamizador de treinamento e qualificação constante da força de trabalho. “Perante a possibilidade de contratação temporária, agentes econômicos escolhem, dentro dos limites impostos, criar vagas que de outra forma não existiriam.”

 

Como obter o melhor do trabalhador temporário na empresa:


1. Estabelecer metas claras de desempenho desde o início do contrato

O temporário tende a apresentar melhor desempenho quando está ciente de suas responsabilidades e metas. Caso haja possibilidade de efetivação, o trabalhador temporário deve saber. Certamente a notícia será uma motivação a mais para apresentar melhor resultado.


2. Integração

O trabalhador temporário precisa se sentir parte da equipe. Distribua tarefas entre os funcionários permanentes e os temporários, e incentive a integração.


3. Outro ponto de vista

O funcionário permanente está habituado com a rotina da empresa. Às vezes é preciso mudar, reorganizar. Um temporário pode ser fundamental, pois tem outro olhar e pode contribuir com ideias e novos métodos de trabalho. Não menospreze a opinião dele. Peça ideias periodicamente, como faria com qualquer outro integrante da equipe.


4. Aprendizado

Não importa por quanto tempo um temporário permaneça em uma organização, ele deve ter o mesmo tratamento que trabalhadores permanentes. Ofereça o treinamento básico, mas não deixe de investir no treinamento avançado caso detecte potencial. Confie ao temporário novas responsabilidades se ele demonstrar capacidade para lidar com mais tarefas. O treinamento certo pode resultar em encontrar um talento valioso para uma vaga efetiva.


5. Dê feedback regularmente

O feedback regular faz com que os temporários tenham a oportunidade de corrigir os próprios erros, economizando tempo e dinheiro da empresa contratante. Aguardar o final do contrato para avaliar o trabalho de um temporário não será benéfico.


6. Remunere. Reconheça o bom desempenho

Um bônus pode ser oferecido ao temporário que alcançar a meta ou for assíduo. O dinheiro extra é a motivação para o bom desempenho.